Montando o blog

Uma vez decidido a compreender o mundo da programação na Web, nada como montar o próprio site para sentir na pele.

Já havia fuçado um bocado o WordPress nos últimos meses e fiquei impressionado com a facilidade e a versatilidade da ferramenta, então já estava decida a plataforma do meu site.

Faltava então contratar o domínio um site para hospedar e começar a brincadeira.

Pelo menos no meu caso, o mais difícil foi escolher o nome do site. O tormento acaba quando, finalmente você descobre no site de registros de domínio informa que o nome está disponível. Pronto! Próximo passo, a escolha do provedor.

Acabei optando pela Locaweb, por indicações de amigos.

Foi tudo muito rápido. Ontem no final do dia fiz a compra e em pouco tempo depois da confirmação do pagamento pelo cartão de crédito já estava tudo disponível.

Próximo passo: Instalação do WordPress

A Locaweb possui um Wiki com bastante informação, e lá possui um tutorial para fazer a instalação via ssh. De posse do usuário FTP e da URL SSL (informadas na página de administração da Locaweb) Abri um terminal no meu computador, e digitei o comando @.

Foi solicitada a senha e pronto! Estava no console do Linux.

Nesse momento, deve-se baixar o WordPress. O endereço da última versão pode ser conseguido no site da própria WordPress (www.wordpress.org). Dica: Clique da direita no link para o download e copia o link.

No SSH, vá para a pasta Public_Html e digite o comando

wget .

SSH - Download WordPress

Descompacte o arquivo:

SSH - Descompactacao

Renomeie o arquivo de configuração

Renomear o arquivo de configuração de wp-config-sample.php para wp-config.php

mv -v wp-config-sample.php wp-config.php

Agora é necessário criar um Banco de Dados no servidor. Na Locaweb pode-se fazer pela página de administração.

Então com o nome do banco de dados, usuário, senha e endereço edite o arquivo wp-config.php usando o vim e troque a configuração:

SSH - Configuracao BD

Salve o arquivo. Ao chamar a página (tanto pelo domínio quanto pela URL Alternativa), é mostrada uma tela do WordPress que irá guiá-lo pela configuração.

Bom pessoal é isso.

Um abraço

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *